Como ser uma boa madrasta – dicas para encantar os seus enteados

Posted on Sep 26 2012 - 10:36am by cristina.castillo@pannacottagroup.com

O início dos relacionamentos obriga sempre a uma adaptação de um dos membros do casal ao outro. Mas, quando já existem filhos de outro casamento, as dificuldades podem ainda ser maiores. Imagine só: você acabou de se apaixonar e percebe que, além de conquistar seu namorado, vai também ter que aprender a conquistar seus enteados, principalmente quando se trata de crianças ainda pequenas.

 

relacionamentos amorosos

 

Pior mesmo, é que o papel de madrasta está sempre associado à bruxa má dos contos de fada, não é verdade? Mas a realidade não é como nos livros e filmes infantis, por isso com algumas dicas você vai acabar conseguindo encantar os mais pequenos, ser uma boa madrasta e garantir que os relacionamentos entre todas as pessoas da família sejam felizes.

 

 

madrasta filhos relacionamento

 

O primeiro conselho é sempre assumir seu papel de madrasta, o que significa que você não é nem a substituta da mãe, nem a melhor amiga das crianças. Você é a nova namorada ou esposa do pai, e isso é preciso ficar bem esclarecido desde o início.
Depois, é fundamental não cair na tentação de começar fazendo tudo que seus enteados querem, só para ganhar seu afeto, pois a longo prazo isso não vai dar certo. Na verdade, os relacionamentos entre vocês vão se construir aos poucos e diariamente, por isso seja paciente e tranquila com todos os obstáculos que possam surgir.

 

crianças enteadas relacionamentos

 

Em relação ao seu espaço na família, lembre que não deve entrar numa disputa com os mais pequenos pela atenção do pai. Ao início, as crianças sempre vão considerar você como a intrusa que veio roubar o pai, e vão mostrar muitos ciúmes. Mas deixe que elas percebam que o pai continua disponível sempre que necessário, e aos poucos você vai ganhar seu lugar na família e ser aceite por todos.
Muito importante mesmo é nunca criticar a mãe das crianças. No final, é você que vai sair perdendo, pois o comum é que os filhos fiquem sempre do lado dos pais.

 

 

madrasta ajuda na escola

 

 

E não é obrigatório que você e a ex-esposa tenham uma relação próxima, mas se conseguirem manter algo como uma relação amistosa é o ideal, pois poderão fazer parte em conjunto de momentos importantes para as crianças, como festas de aniversário ou da escola. Outro conselho a não esquecer é que quem define a educação dos mais pequenos são os pais. Você como membro da família pode, claro, contribuir para ajudar a criança em algumas tarefas, mas em momento algum tente estabelecer um padrão de como deve ser sua educação.

 

 

relacionamentos

 

 

Para finalizar, ainda que você queira mudar a imagem da madrasta como pessoa má, não acabe sendo boazinha 24 h por dia. As crianças devem perceber que suas atitudes irão depender das circunstâncias. Você será legal ou chata sempre que necessário. Mas uma regra é de ouro: nunca bater nas crianças. Você enquanto madrasta não tem autoridade para assumir essa atitude.
Quando se parte para um casamento em que já existem crianças de anteriores relações, é importante lembrar que o esforço e dedicação necessários para esta nova relação são ainda maiores, pois não se trata de construir uma nova família mas sim ganhar um lugar numa já existente.